Marketing digital em tempos de isolamento .

10 maneiras de adaptar seu marketing em tempos de isolamento forçado.

Creio que todos concordam que essas duas semanas de isolamento forçado foram bastantes agitadas, por conta do coronavírus.

Por conta disso, estamos enfrentando nesses dias, uma nova realidade, nos adaptando e procurando nos ajustar a maneira como vivemos e trabalhamos, caminhando na linha entre precaução e pânico.

Infelizmente as tensões aumentam conforme o número de casos de coronavírus crescem, relatados nas notícias , sem contarmos com as fake news.

Diante dessa situação, nós estocamos mantimentos, assegurando com isso que nossos entes queridos estejam seguros e revisamos todas as nossas rotinas diárias.

Seguimos todas as diretrizes do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e esperamos com isso, contribuir para que tudo passe o mais rápido possível.

E justamente nesse ponto que medos inteiramente novos tomam conta de nós.

De preocupações com a saúde e distanciamento social à ansiedade financeira.

E infelizmente, como se todas essas preocupações com a saúde não fossem suficientes, agora temos que lutar contra problemas econômicos.

O mercado de ações está despencando.
As pessoas estão perdendo seus empregos.
Nesse cenário atual, uma recessão futura, é quase certa.
Mas como podemos nos adaptarmos a isso?

Como seres humanos, nosso primeiro impulso é nos proteger de qualquer inimigo iminente, e de imediato pensamos em reduzir drasticamente todos os custos, incluindo nosso orçamento de marketing, nos preparando para o pior.

Mas esse é o ponto…para onde ir? O que fazer?

Tenho uma notícia para você: agora é o pior momento de parar o seu marketing.

Mas a questão é, de que maneira fazer isso?

Nesta postagem, você aprenderá 10 maneiras para se manter conectado com seus clientes em potencial, mesmo nesses dias de distanciamento social.

Logo a primeira questão que surge é em relação aos cortes.
Cortar custos ou investir em marketing?

É perfeitamente aceitável qualquer pensamento no sentido de economizar custos cortando seu orçamento de marketing.

Mas não faça isso!

Ao reduzir os seus gastos com marketing, os seus ganhos de rentabilidade serão temporários. Isso, porque, quando esta crise acabar, os estragos da recessão serão agravados pela redução da conscientização da sua marca e do enfraquecimento do relacionamento, engajamento com os clientes.

Nesses tempos difíceis, se você criar e manter sua marca, após tudo passar terá se posicionado como uma presença confiável e tranquilizadora em seu setor.

Isso porque à medida que outras marcas diminuem seus esforços de marketing, você pode se destacar e melhorar sua vantagem competitiva investindo sabiamente nas táticas certas.

Tempos diferentes exigem medidas diferentes.
Quando se trata de marketing e geração de leads, você provavelmente tem sua estratégia preferida.

Mas a triste verdade é que suas abordagens testadas e validadas podem não funcionar hoje, por pelo menos duas razões:

Distanciamento social significa que nossas opções de entrada não estão mais disponíveis como antes ,para nós.

Pense em conferências, apresentações pessoais e até almoços de clientes, para citar alguns.

Suas mensagens e táticas de persuasão podem soar mal com uma audiência consumida pelo medo e pela apreensão

Não estamos num ambiente de obaoba!

Para vender algo, a alguém em um funeral, com certeza é preciso muita estratégia (bota estratégia nisso). Infelizmente essa é a estratégia (mindset) que você precisa adotar agora neste ambiente de coronavírus de ansiedade e tristeza.

Trata-se de ajudar, mostrar compaixão sincera e construir relacionamentos que durarão muito além de qualquer pandemia.

Precisamos encontrar maneiras de conectar e criar confiança com nossa audiência, apesar do distanciamento social.

O caminho mais óbvio é substituir as reuniões presenciais por teleconferência.

Mas:
Se todo mundo fizer teleconferência, como você se destacará?
As videoconferências são suficientes para criar uma conexão real e criar confiança?
Você pode explicar ideias complicadas com a mesma eficácia em uma videoconferência?
Felizmente, você não precisa confiar apenas em teleconferência (ou em qualquer outra tática).

Em vez disso, use as ideias abaixo e crie um portfólio de táticas de marketing.

1. Use o vídeo
Nunca houve um momento melhor para usar o vídeo para se aproximar de seus leads e clientes do que neste período de distanciamento social. Quando se trata de vídeo, estamos acostumados a uma abordagem um para muitos: produzimos um vídeo e o compartilhamos em geral em nossos sites e mídias sociais para todos verem.
Mas você também pode usar o vídeo para facilitar trocas pessoais individuais.
Por exemplo:
Envie um vídeo pessoal para se apresentar a um cliente em potencial.
Dê aos clientes em potencial uma demonstração rápida do produto.
Envie a novos clientes ou assinantes uma recepção personalizada e um vídeo de agradecimento.

Aborde novos clientes com um vídeo personalizado.
Forneça suporte ao cliente claro e personalizado.

2. Use vídeos animados
Como os vídeos tradicionais, os vídeos animados podem ser eficazes para compartilhar suas ideias remotamente. E é por isso que elas são uma tática poderosa para superar os desafios do distanciamento social.

3. Reaproveite suas apresentações
Você tem backups de apresentação de suas reuniões de vendas?
Talvez você não possa apresentá-los pessoalmente, mas isso não significa que você não possa exibi-los on-line ou adaptá-los de outras formas criativas.
Por exemplo, você pode:

Publica-los no SlideShare, que agora tem mais de 80 milhões de usuários.
Salve seus melhores slides como imagens e compartilhe-os em seus canais sociais.
Exporte-os como vídeos.
Reinvente-os como infográficos.
Converta partes delas em GIFs animados.
Transforme-os em apresentações de slides online, usando uma ferramenta como o Slidely.

4. Crie infográficos
Infográficos bem projetados oferecem um toque de inteligência e beleza, facilitando a digestão de dados complexos. Se você possui dados para compartilhar com seu público-alvo, mas não pode oferecer explicações, tente criar um infográfico impactante e usá-lo como substituto para:

Envio por e-mail para seus assinantes, leads e clientes.
Publique no seu site juntamente para obter backlinks.
Compartilhe nas mídias sociais para aumentar seus compromissos.
Um infográfico pode aumentar sua credibilidade e ajudar a posicioná-lo como uma autoridade em seu espaço.

5. Revisite seu site
Deveríamos continuamente aperfeiçoar nossos sites, mesmo em circunstâncias normais. Isso é especialmente verdade no meio de uma crise que abalou o mundo. Dê uma olhada no seu site para garantir que ele não esteja em desacordo com o clima geral.

Por exemplo:

As mensagens ainda estão no ponto?

Em seguida, revise seu site para garantir que ele  comunique claramente:

Quem sua marca ajuda.
Que problema você resolve.
Como você está posicionado de maneira única para resolver esse problema.
Como seria trabalhar com você.
Adicionar boosters de confiança.

O distanciamento social torna mais difícil ganhar confiança.

Quando os clientes em potencial visitam seu site, verifique se eles encontram muitas evidências de que você pode confiar.

Considere adicionar boosters de confiança como:

Uma lista de clientes com quem você trabalhou.
Depoimentos.
Distinções e prêmios recentes.

Quaisquer garantias que você oferece.

6. Atualize sua pesquisa de palavras-chave
Uma crise como a que estamos enfrentando pode ter um impacto no que as pessoas compram e nas respostas que procuram em seus caminhos de compra.

Aqui estão apenas algumas perguntas que você deve se fazer:

  • Existe um novo tipo de cliente que você possa ajudar durante esta crise de saúde pública ou durante uma recessão?
  • Seus clientes têm novos problemas que você pode resolver?
  • Existe uma maneira diferente de usar seu produto ou serviço que seria ideal nessas circunstâncias?
  • Existe algo sobre sua marca ou sua oferta que o torna particularmente adequado para ajudar os clientes durante esses tempos difíceis?

Com essas respostas em mente, pense em quem é seu cliente ideal e em quais perguntas ele faz em todas as etapas da jornada do comprador.
Então:

  • Verifique se você tem o melhor conteúdo para responder a essas perguntas.
  • Identifique as palavras-chave que você deve segmentar para cada estágio da jornada.

7. Crie conteúdo incrível para o seu blog

Conteúdo de alta qualidade sempre deve ser uma prioridade.
Quando você estiver criando um novo conteúdo, considere o clima global de estresse e medo. Que significa:

  • Concentre-se em ajudar as pessoas, não em vender.
  • Seja uma fonte confiável de informação e inspiração.
  • Seja generoso com recursos gratuitos para ajudar sua comunidade.
  • E seja genuíno em suas ofertas de ajuda. Não tente disfarçar os esforços de marketing que servem a si mesmos como atos de generosidade.

Aviso aos profissionais de marketing: existe uma linha tênue entre fazer algo que ajuda os outros e fazer algo puramente oportunista, uma maneira de tirar proveito do medo. As pessoas não são bobas e percebem quando existe alguma má intenção. Não faça esse tipo de marketing, por favor.

8. Seja mais ativo nas mídias sociais

É sempre uma boa ideia estar presente nas mídias sociais. Em tempos de crise, é essencial e, provavelmente, uma das maneiras mais fáceis de se manter em mente, apesar do distanciamento social.

Se você seguir algumas das dicas acima, terá um novo conteúdo incrível para compartilhar nas redes sociais, como postagens em blogs, infográficos, vídeos e outros recursos visuais.

9. Foco nos clientes existentes
Se você está tendo dificuldades para adquirir novos clientes, ainda há mais motivos para dobrar o que deveria estar fazendo: enfoque o aprofundamento de seus relacionamentos com os clientes existentes.

Aqui estão apenas alguns exemplos do que você pode fazer:

  • Peça aos seus clientes um feedback sobre o que você pode fazer melhor e aja de acordo.
  • Compartilhe conteúdo útil que possa beneficiá-los.

10. Anuncie
Historicamente, as recessões geralmente levam a uma queda nos gastos com anúncios.
Mas há boas razões para investir em publicidade durante a crise.

Aqui estão alguns:

  • A publicidade pode gerar renda mais imediata (embora com um ROI menor que o de entrada).
  • À medida que seus concorrentes recuarem na publicidade, haverá menos ruído no mercado e você terá uma chance maior de se destacar.
  • Uma demanda de publicidade mais fraca pode reduzir custos e tornar sua campanha mais acessível.

Manter o compartilhamento da mente em tempos difíceis pode posicioná-lo como uma presença estabilizadora.

Espero que algumas dessas dicas o ajudem a descobrir como você pode adaptar seus métodos de marketing a esse período surreal de distanciamento social e ao impacto resultante em nossa economia.

Sobre o Autor

Luiz Albuquerque
Luiz Albuquerque

Ajudo empreendedores a terem presença online sem altos investimentos.